posts recentes

...

21 anos de nós 2... 4 ano...

Os homens deviam nascer m...

Vai correr tudo bem

Eu sei que não tem sido f...

O meu primeiro dia de esc...

Aqui vamos nós

A magia da arte

A caminho

Mães quase perfeitas

Laçada#1

Dizem que os opostos se a...

Simplicidade

Há muito tempo...

Limites

Há dias assim...

A Vida de Adèle

Objectivos#6

Aprender a amar(-me)

Objectivo#5

arquivos

Fevereiro 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Questões (pertinentes?)

Para além daquela fã que eu vi e ouvi no telejornal, houve mais alguém que só dormiu uma hora e meia por causa da morte do Michael Jackson?


Escrito por zita às 21:06

link do post | comentar | favorito
|

Obrigado

Aquilo que eu queria ser, é mesmo o que eu quero ser. Aos trinta anos, recomeço a caminhada que terminei um dia, algures, por uma série de razões e opções de vida. Ter alguém que acredita em nós, não nos deixa desistir e está do nosso lado para que não desviemos de caminho, independentemente das dificuldades e contrariedades da vida, é sem dúvida maravilhoso. E apesar de eu saber que isso não custa nada quando o amor é maior que o egoísmo... é a primeira vez que alguém me permite chegar aqui e acreditar que posso ir mais longe... juntos. É tão bom fazer o que se gosta! Obrigado xuxu!!!


Escrito por zita às 20:25

link do post | comentar | favorito
|

O preconceito...

 ... não escolhe idade, estrato social, área profissional nem grau académico... ele anda no ar, misturado no oxigénio (e dióxido de carbono... que cada vez é mais)... O preconceito é tão poluente que até doi quando se respira, quando se ouve, quando se sente. A levianidade com que se julgam pessoas pelo o que vestem, ouvem, pelos gostos que têm é impressionante... como se não houvesse mais nada para falar. No meio do preconceito andam palavras soltas que me arrepiam só de as ouvir. "Freak" é o meu vizinho, que trabalha num trabalho normal, veste roupa normal, tem aparência normal, tudo para ser normal mas faz obras em casa durante a madrugada. A aparência engana meus caros... não estão fartos de ouvir?


Escrito por zita às 14:30

link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Constatação#11

Essa teoria que por aí anda à solta, julgo que há largos milhares de anos a.c., de que, se tudo fosse só facilidades não daríamos valor às coisas que temos e conquistamos, serve apenas para nos sentirmos melhor quando estamos na merda, serve apenas para acreditarmos que "melhores dias virão" quando andamos semanas e meses em que nada corre bem, serve apenas para continuarmos à acreditar no ser humano quando nos lixam pelas costas ou mesmo pela frente sem que nos apercebamos. Há até quem ache que as dificuldades são apenas uma forma de aprovação e que este mundo é somente uma passagem (?). O valor que se atribui ao que temos, conquistamos, às pessoas que passam pelo nosso caminho, que vão e/ou ficam, tem apenas a ver com os nossos próprios valores. A importância nada tem a ver com o grau de dificuldade, tem apenas a ver com o sentimento que se coloca em cada coisa que se faz, em cada objectivo que se pretende alcançar, em cada pessoa que se conhece. Os valores é algo que formamos muito cedo e não podem nem devem ser passados com base no quão dificil a vida é ou não mas com base na justiça, na sinceridade, na responsabilidade e no amor. Aprovação? De aprovações... está o céu cheio.


Escrito por zita às 23:20

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

É meu...

 

 

... é só meu.... é meu até ao fim!!!

 


Escrito por zita às 14:06

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Dois anos de...

... palavras... sinceras, sentidas, disfarçadas, magoadas, de alegria, de tristeza, irónicas, brincalhonas, citadas, constatadas, de música, de amizade, de amor, de revolta, levadas pelo vento, levadas pelo tempo, que ficam por pouco e outras por muito tempo...


Escrito por zita às 17:48

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

De(leituras)#2


Escrito por zita às 17:42

link do post | comentar | favorito
|

Citações#8

Morde-me com o querer-me que tens nos olhos

Despe-te em sonho ante o sonhares-me vendo-te,

Dá-te vária, dá sonhos de ti própria aos molhos

Ao teu pensar-me querendo-te...

 

Fernando Pessoa


Escrito por zita às 17:37

link do post | comentar | favorito
|

Fevereiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


tags

todas as tags